Revista

5 Lições de resiliência que as aulas de Educação Física nos proporcionam

As aulas de Educação Física são um pesadelo na vida de muita gente. Tanto para os que ainda estão na escola, quanto para os que já saíram dela.

Bullying, rejeição (afinal, quem também era sempre o último a ser escolhido na hora de separar os times?), professores à la Sue Sylvester (alguém lembra de Glee?), boladas na cara, tombos, tropeços, sensação de bobo da corte, risadas e escárnios dos outros, humilhação. Esses são só alguns dos fatores que fazem da Educação Física a aula mais temida da escola.

Contudo, se não fosse por ela, não sairíamos da escola mais fortes. E não estou falando de força física, não. Estou falando de algo bem maior do que isso. Afinal, todos aqueles exercícios e jogos em grupo não tinham como objetivo apenas fortalecer sua musculatura ou te tirar de uma vida sedentária. Também serviram para te ensinar algo que nenhuma outra matéria conseguiu te ensinar com tão afinco: A arte da resiliência.

Então, não importa se você gosta ou não de esportes. Se você já passou dessa fase, espero que essas lições te ensine a superar seus traumas escolares e se você ainda está sofrendo com as aulas de Educação Física, aproveite para enxergar suas aulas com outros olhos de agora em diante.

1. Conviver em sociedade

É inegável que a escola é um preparatório para a vida adulta. Se você acha que seus coleguinhas de sala são competitivos e cruéis, se prepare para conhecer seus futuros colegas de faculdade e trabalho. Eles serão piores.

Imagina se todos nós estudássemos em casa e fôssemos direto pra universidade ou começássemos a trabalhar sem passar pela escola? Chegaríamos completamente despreparados para enfrentar os lobos da sociedade.

É na escola que aprendemos como nos portar num ambiente social e principalmente, como nos defendermos dos outros. Lidar com críticas, rejeições, deboche, agressões físicas e verbais, humilhações, é importante para nos fortalecer e aprendermos a enfrentar todo tipo de situação.

A aula de Educação Física, principalmente, nos ensina a conviver com o diferente (independente se você é do grupo dos populares ou dos excluídos), a ser mais tolerante com as dificuldades alheias, respeitar o próximo e se respeitar também, se adaptar em situações adversas e sobreviver em ambientes hostis.

<2. Saber perder

Quanto mais cedo aprendermos a lidar com as derrotas, melhor para nós. Sempre penso que a vida é muito mais dolorida para quem foi popular na escola, pois imagine só; a criança e o adolescente que eram mimados por todos e sempre saíam vitoriosos em todas as competições, na primeira queda que tiverem na vida adulta, não irão suportar.

Pessoas que estão acostumadas apenas a vencer e a receber aplausos e glórias, não têm nenhuma estrutura psicológica para lidar com perdas. No fundo, todo vencedor é um fraco emocional. Enquanto os perdedores guardam grandes fortalezas dentro de si.

E qual melhor aula do que a Educação Física para nos ensinar a perder com dignidade e a lidar com frustrações desde cedo?

É importante lembrar que cada um tem suas aptidões e talentos específicos. Ninguém é bom em tudo. Não ter habilidades com esportes não te faz um loser! Segundo Gardner, existem variados tipos de inteligência e a inteligência corporal- cinestésica é só uma delas. Encontre a sua vocação!

3. Aprender a rir de si mesmo

Qual melhor aula que a Educação Física para aprender a rir de si mesmo? Graças a ela, desde cedo aprendemos a pagar mico em público sem nos abater por isso. Se você ainda está na escola, pode ser um pouco difícil perceber os benefícios disso agora, mas te garanto que mais tarde você vai lembrar de todos os momentos que você tropeçou, se ralou, levou bolada na cara, foi excluída dos grupos e ainda vai ser capaz de rir disso tudo!

A risada e a rejeição dos outros podem doer agora, mas quando essa fase terminar, vão servir de experiência. Afinal, quanto mais excluídos formos, mais preparados para a vida estaremos no futuro.

4. Superar a si mesmo

Quanto mais dificuldades enfrentarmos, mais força de vontade teremos. Se só encontrarmos facilidades, não daremos valor a nenhuma conquista. A vitória tem um gosto muito melhor quando foi quase impossível consegui-la. O que é fácil, geralmente não tem graça.

As aulas de Educação Física nos ajudam a superar nossas falhas e a nos esforçar para melhorar nossas capacidades. Se você não tem habilidades com esportes mas tem a pretensão de ser um atleta um dia, não desanime! Continue tentando superar a si mesmo e procure aperfeiçoar as aptidões que você já tem!

Lembrem-se que o gostinho de vitória é muito melhor do que o alívio de desistir!

5. Não se abater com competições (Seu maior inimigo é você mesmo!)

Não é porque os outros te dizem que você é incapaz ou que você não serve pra nada, que isso é real. Eu sei que de tanto ouvir algo, por mais absurdo que seja, a gente acaba absorvendo aquilo e permitindo que isso nos faça desistir. Porém, só nós podemos saber quais são nossas reais limitações e capacidades. Ninguém nos conhece mais do que nós mesmos.

Antes de aceitar qualquer opinião como verdade absoluta, pensa se tem fundamento ou não. Filtra tudo, mas não absorva tudo!

Na dúvida, repitam o mantra do Locke de Lost, “Não me digam o que não sou capaz de fazer!”.

E aí? Preparado pra parar de ver só os contras das aulas de Educação Física e tentar enxergar um pouco os prós? Espero que essas lições te ajudem a perceber que toda aula de Educação Física é uma excelente aula de resiliência! Se até eu consegui, todos conseguem. (Conselho de quem sempre teve pavor dessa matéria)

Estudante de Letras metida a astróloga graças (ou não) ao seu escorpião com ascendente em peixes e lua em aquário. Viciada em séries a ponto de se recusar a aceitar a "morte" de Lost até hoje. Precisa de injeções diárias de realidade pra não ser abduzida pela Terra do Nunca.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.