Aurora

Explicando as casas astrológicas

Começando a interpretar o mapa astral. O Mapa Astral é um circulo divido em 12 partes. 12 partes porque existem 12 signos.

Cada uma dessas “partes” são chamadas de casas astrológicas, e elas são regidas por um signo. Para simplificar: é como se cada casa tivesse um dono, sendo este dono, um signo.

casas astrológicas

Assim sendo, o signo transporta para a casa as suas características — nada mais justo, não é mesmo? — e ele recebe visita de outros signos, o que pode ser bom ou ruim; explicarei mais abaixo.

Considerando que não podem ficar abandonados, os signos precisam ser regidos por alguém “mais velho, mais sábio”, o que faz com que cada um tenha um planeta regente. Em outras palavras, cada casa astral tem um planeta e um signo regentes.

Exemplo:
Casa 1 Áries, o primeiro signo. Seu regente é Marte. Portanto, Marte e o signo de Áries regem esse espaço.
Casa 2 Touro, o segundo signo. Seu regente é Vênus e o signo de Touro, ambos regem esse espaço.
Casa 3 Gêmeos, o terceiro signo. Seu regente é Mercúrio. Gêmeos e o planeta Mercúrio regem a casa 3.
Casa 4 Câncer, o quarto signo. É regido pela Lua, portanto, a Lua e esse signo regem essa casa.
Casa 5 Leão, o quinto signo. Regido pelo Sol, portanto, o Sol e Leão regem essa casa.
Casa 6 Virgem, o sexto signo. Regido por Mercúrio também, logo, Mercúrio e Virgem regem essa casa.
Casa 7 Libra, o sétimo signo. Regido por Vênus também, logo Vênus e Libra regem essa casa.
Casa 8 Escorpião, o oitavo signo. Regido por Marte (Astrologia Clássica) e por Plutão (Astrologia Moderna). Portanto, Escorpião, Plutão e Marte regem essa casa.
Casa 9 Sagitário, o nono signo. Regido por Júpiter, portanto esse planeta e Sagitário regem essa casa.
Casa 10 Capricórnio, o décimo signo. Regido por Saturno. Ambos regem a casa 10, o Meio do Céu.
Casa 11 Aquário, o décimo primeiro signo, regido por Urano (Astrologia Moderna) e Saturno (Astrologia Clássica). Todos eles regem essa casa.
Casa 12 Peixes, o décimo segundo signo. Regido por Netuno (Astrologia Moderna) e Júpiter (Astrologia Clássica). Todos regem essa casa.

O que vai determinar, no nosso mapa astral, qual signo ficará em cada casa é a hora do nosso nascimento; o que denominamos de signo ascendente. É o mesmo que dizer que é o que signo que está em elevação no horizonte na hora em que viemos ao mundo. A partir do ascendente teremos a designação dos signos das casas seguintes.

No caso fictício do Vitor, o ascendente é em Aquário, portanto os signos que vêm depois desse ocuparão as respectivas casas, peixes (casa 2), áries (casa 3), touro (casa 4), gêmeos (casa 5), câncer (casa 6), leão (casa 7), virgem (casa 8), libra (casa 9), escorpião (casa 10), sagitário (casa 11), capricórnio (casa 12).

Outro fator importante é que os planetas se comunicam entre si no mapa, o que ocorre através da distancia entre eles. Chamamos essa comunicação de aspectos. Eles podem ser favoráveis, quando os planetas trocam energia boa e interagem bem; ou desfavoráveis, quando os planetas que se comunicam não fazem bons aspectos e não conseguem trocar bem energia, cada um quer uma coisa.

Por fim, as casas representam as áreas da nossa vida — e este é o tema do nosso próximo artigo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!