Críticas,  Literatura

Resenha | Os Bons Segredos, de Sarah Dessen

A primeira lembrança de ter visto o Os Bons Segredos foi a exposição com caixas de pizza que vi no stand da Companhia das Letras na Bienal do Rio.

Não comprei naquela semana, mas fiquei bem curiosa. Guardei na wishlist do bloco de notas do celular. Até que recebi e confesso, o livro demorou pra me pegar. Enrolei mais de uma semana para ler (e entregar essa resenha, quase atrapalhando o cronograma do blog).

Não sei o que foi e ainda não descobri o que eu não gostei de cara. A linguagem é bem direta mas tem umas partes que dá uma enrolada sem nenhuma necessidade. A apresentação dos personagens é fluida e não muito detalhada logo de cara, você vai ficando intima deles e descobrindo suas historias com o passar das páginas.

Os Bons Segredos conta a historia da Sidney, uma garota que vive como coadjuvante da própria vida, por viver à sombra do irmão problemático Peyton — que para o resto mundo é lindo, sociável; para os pais é o filho preferido e injustiçado — mas, na prática, faz escolhas ruins e logo no início da historia é preso, após dirigir bêbado, atropelar e deixar um garoto paralítico.

Os efeitos colaterais da prisão de Peyton são sentidos por todos. Sydney, para ajudar o orçamento domestico e fugir da fofoca de seu colégio pede transferência de colégio, até que um dia após a aula, numa parada para comer, entra na pizzaria dos Chathams, onde gradualmente e de forma bem sutil vai conhecendo Layla, Rosie, Mac, Sr e Srª Chatham e entrando, de certa forma, para aquela família.

Sidney é acolhida e conhece novas formas de carinho, amizade e até amor. O romance acontece de forma bem delicada, assim como o encantamento pelo livro e o carinho pelos personagens. Os Bons Segredos é uma história um pouco triste, sobre solidão. Sidney não é, nem de longe, uma heroína mas faz a gente repensar em muita coisa.

No geral, eu gostei. Minha dica. Não desista nos primeiros capítulos, o livro é bom e merece atenção. Não se obrigue a ler tudo de uma vez. Antes dele nunca tinha lido nada da Sarah Dessen mas fiquei com vontade de procurar mais sobre ela para saber como ela escreve e conhecer outros segredos por aí.


NOTA ★★★

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!