Filmes,  Revista

10 melhores filmes para aquecer o coração

“Amo como ama o amo.” (Fernando Pessoa)

Não consigo associar “aquecer um coração” a outra coisa senão com o calor do amor. E aqui eu falo sobre o amor em toda e qualquer forma. De qualquer cor. De qualquer formato. De qualquer década. De qualquer jeito.

Para mim o amor é a resposta pra tudo. Independente de perguntas curtas ou longas. Listar os dez melhores filmes com a capacidade de aquecer corações é uma tarefa difícil, principalmente quando a pessoa que escreve venera um amor, desses bem quentinhos, desde sempre.

Antes de começar a listá-los sugiro que o leitor se aconchegue em seu lugar favorito, sirva-se de uma boa xícara da sua bebida favorita e se aqueça, mas não muito. Deixe que os filmes façam o seu papel e te ajudem nesse momento.

10. Encontros e Desencontros (Lost in Translation, 2003)

Os 10 melhores filmes para aquecer o coração
Você já se sentiu perdido num lugar tão diferente do seu? Já se sentiu incompleto, vazio, solitário mesmo rodeado de outras pessoas? Ou já teve aquela comum sensação de estranheza com a cultura alheia? Ou com aqueles que já são seus velhos conhecidos?

Duas pessoas tão diferentes vivenciando a mesma sensação são atraídas pelo acaso ao se conhecerem no bar do hotel onde estão hospedados em Tóquio. Ele, um ator de filmes de ação no esplendor da meia idade, num casamento desinteressante, numa paternidade ausente.

Ela, uma recém-formada jovem filosofa, desempregada, confusa com suas escolhas, casada há três anos com um fotógrafo que se ausenta do casamento devido à profissão, esbarram suas solidões na cumplicidade que os une num relacionamento especial com detalhes apaixonantes.

A imprevisibilidade de acontecimentos nos leva a desejar que ambos se encontrem de novo e de novo, até que esse encontro não necessite de outro. Até que eles não precisem mais se despedir por terem encontrado o que lhes falta tão longe de casa.

Mesmo com a proximidade do adeus, a conexão que criaram nos sugere um até logo num diálogo sugestivo seguido de um beijo e um sorriso.

09. Imagine eu e você (Imagine me and You, 2005)

Os 10 melhores filmes para aquecer o coração
O que você faria se descobrisse que o amor da sua vida não é aquele com quem se casou, pois no dia do seu casamento você foi apresentado ao amor verdadeiro?

Nem sempre iniciamos nossa vida de casados com quem finalizaremos a nossa. Nem sempre aquela pessoa que construiu em nós a ideia de um futuro é com quem realmente concretizaremos nossos planos.

O amor bate a nossa porta de maneiras distintas. Ás vezes com a intenção de nos fazer parar de procurar pelo trevo de quatro folhas no jardim. Qual seria o motivo de existir triângulos amorosos?

“Algumas pessoas são o caminho enquanto outras são o destino.”

Talvez o amor tenha motivos que nós não devemos saber. Mesmo que doa em quem deixarmos pra trás para seguirmos em frente com quem realmente queremos amar. O chamado “encontro de almas”, a tão falada conexão rara entre duas pessoas destinadas a se conhecer.

Seja qual for o motivo, o amor sempre será a melhor resposta.

08. Tudo em Família (The Family Stone, 2005)

Os 10 melhores filmes para aquecer o coração
Dizem que a magia do Natal é inevitável. Você gostando ou não. Acreditando ou não. Ela é. Existe. Persiste. Guia. Muda. Renova.

Todos são tocados, por mais imperceptível que seja por uma fagulha que aquece até o mais gélido coração.
Algumas famílias são tão difíceis de aceitar que alguém diferente faça parte delas que a antipatia se torna a arma perfeita na mão de quem sabe usar. Mas o destino flui mesmo quando o momento parece inoportuno. Mesmo que num primeiro momento isso nos cause dor e dúvida.

Nada acontece por acaso e cada acaso é um presente na vida de quem se sente perdido. Mesmo que implique em dor no final brotará amor. O tempo é sábio.

07. Cidade dos Anjos (City of Angels, 1998)

Os 10 melhores filmes para aquecer o coração
Dizem que esse é o filme mais devastador de todos os tempos. Não precisamos ir muito longe pra compreender o motivo… Um anjo que se apaixona por uma mortal. Também soa a vocês como os clássicos ultrarromânticos?

Não somente concretizou um dos principais enredos góticos/ ultrarromânticos, mas também conseguiu seu lugar na lista de melhores romances.

Um Anjo responsável por consolar mortais com seus problemas. Uma médica que se recusa a acreditar em qualquer coisa que não possua uma explicação lógica. Os dois se conectam em um momento difícil. Ele desobedece às leis angelicais ao permitir que ela o veja. O conheça. O ame.

Um amor que quebra regras divinas. Que é capaz de transformar um anjo em mortal tamanha a pureza de seu sentimento. Vale a pena se perder ao se encontrar tanto no outro?

06. Sempre ao seu lado (Hachi: a dog’s tale, 2009)

Os 10 melhores filmes para aquecer o coração
Um homem e seu cãozinho da raça Akita (que é conhecida pela extrema lealdade). O destino não cruzou essas duas vidas por acaso, muito menos com a de qualquer outro participante indireto neste raro relacionamento.

Acredito que uma das melhores combinações cinematográficas é o amor entre humanos e animais. Esses seres peludos são envoltos em uma pureza sem igual. Talvez essa seja a melhor explicação quando buscamos entender seu comportamento diante da perda de quem tanto amaram.

Hachi é uma história antiga, eternizada por uma estatueta. A prova de que os animais nos ensinam o amor em essência, mas somos nós, diante da falta de tempo e da perda da sensibilidade, que não conseguimos aprender.
Nenhum animal (por menor que seja), entra em nossa vida sem um grande propósito.

05. Amor além da vida (What dreams may come, 1998)

Os 10 melhores filmes para aquecer o coração
Quem nunca se questionou o que acontece quando dois amantes são separados pela morte? Ou quando o amor (em qualquer instância) é separado por ela?

Qual o motivo de certas pessoas fazerem parte da nossa vida? De termos uma vida ao lado delas? Qual o motivo do amor que sentimos? E para onde ele vai quando partimos? Vincent Ward nos norteia a encontrar essas e outras respostas em um filme cheio de cor e simbologia.

Um casal com uma rara conexão é surpreendido com a perda dos filhos num acidente e posteriormente são separados por mais uma visita da morte. A ausência, a saudade e a não aceitação são conflitantes entre mundos tão próximos mas tão distantes.

A dor da perda de um grande amor faz com que a vida não tenha mais motivo, nem cor, sendo o suicídio o único destino a seguir. Um filme que te transporta ao teu mais íntimo questionamento além do amor e além da vida.

04. Á espera de um milagre (The green mile, 1999)

Os 10 melhores filmes para aquecer o coração
Um prisioneiro nada convencional chega ao bloco destinado aos condenados à pena de morte. Traz consigo uma gentileza e um senso de humanidade cativante e inspirador aos seus guardas e colegas de cela. Há algo naquele homem que o difere dos demais. Há algo especial, milagroso…

Quem conhece os clássicos livros de Stephen King com certeza esperou ansioso por essa adaptação. E não deve ter se decepcionado com a riqueza de detalhes no enredo e na caracterização de personagens.

Algumas pessoas nascem com dons inexplicáveis. Tão quanto os motivos para tal. Se você tivesse o dom de curar alguém mesmo que isso custasse a sua liberdade, a sua vida, a sua verdade… O que você faria?

Será que milagres realmente acontecem ou será o acaso brincando conosco como num teatro de fantoches?

03. Como eu era antes de você (Me before You, 2016)

Os 10 melhores filmes para aquecer o coração
Confesso que estava meio ‘’decepcionada’’ com os romances atuais. Talvez eu não fosse a única a desejar algo surpreendente já que assim é o amor. Ou tão imprevisível diante de tantas obras iguais ou tão pobremente parecidas.
Creio não ter sido a única a me apaixonar por essa adaptação do romance de Jojo Moyes.

Ás vezes o nosso presente é tão bom e confortável que imaginar um futuro totalmente diferente nos dói até a alma. Ás vezes é exatamente desse futuro e dessa dor que precisamos. Não somente para o nosso amadurecimento pessoal, também para o amadurecimento e reflexão daqueles que nos rodeiam. Principalmente daqueles que nos amam.

A vida é uma lição árdua e difícil que contempla punhados de felicidade que se esvaem com o calor de uma brisa ou a com a fúria de uma ventania.

O que você quer deixar para quem ficar? Que parte de você é a melhor para se guardar? Para manter viva em lembranças e memórias? Que ensinamentos você quer compartilhar antes de ir? Quem ficará encarregado de seguir por você aquilo que você não mais poderá?

Um filme que nos ensina o quanto é importante ter alguém com quem dividir o que somos antes de dividir o que temos.

02. Outono em Nova York (Autumn in New York, 2000)

Os 10 melhores filmes para aquecer o coração
Qual é o tempo certo que uma pessoa deveria passar ao nosso lado? De quanta simplicidade você precisa pra entender que o que fica quando a vida acaba é que você foi ao lado de quem amou?

O amor renova e nos transforma em nossa melhor versão. Algumas pessoas entram em nossa vida pra nos ensinar aquilo que desconhecíamos sobre nós mesmos. São os detalhes, simplificados, pequeninos, que compreendem aquela saudade que vale a pena. A vontade de reviver um instante e transformar na rotina de uma vida.

O amor tem seu próprio idioma. Faz seu próprio tempo. Tem suas próprias leis. Se já tentou aprender é porque nunca foi contemplado com um amor de verdade. Falsificações é o que mais encontramos nesse meio. São cupidos mal treinados, com o grau da miopia errado, lançam flechas tortas, com defeitos em diferentes alvos.

O amor vem até nós. Chega sem pedir licença. É o melhor dos acasos. A estadia de alguém depende do quanto precisamos aprender e do quanto ela têm pra ensinar. É uma troca pura. Legítima. Terna e eterna.

Um amor de verdade não acaba na última batida de um coração. Ele firmemente resiste.

01. Irmão Urso (Brother Bear, 2003)

Os 10 melhores filmes para aquecer o coração

“Veja a vida com os olhos de uma criança.”

Quem sabe esse seja o erro dos adultos ao falarem sobre AMOR. Não precisamos de um bacharel em Psicologia pra compreendermos o quão os enredos de filmes infantis são recheados de ensinamentos que até mesmo nós adultos desconhecemos ou esquecemos diante do dia a dia estressante e da vida corrida.

Tantas lições difíceis são ensinadas com muita delicadeza pois assim deve ser quando apresentamos sentimentos aos pequenos. Quem disse que os seres humanos são superiores aos animais? Quem disse que seus sentimentos e dores não existem? Quem disse que não temos semelhanças? Quem disse que não somos irmãos?

Um jovem índio é transformado em urso como punição. São os antigos ancestrais lhe ensinando uma grande lição que mudará para sempre a sua vida. Enquanto busca recuperar sua forma humana conhece um pequeno filhote órfão. O filhote da ursa que ele matou por vingança. Aos poucos ele percebe a gravidade de seu erro. Aos poucos percebe o quão uma atitude mal pensada pode causar uma tragédia.

Ele tem uma escolha a fazer e a faz com muita sabedoria. Por amor a um irmão de alma. Por amor a um irmão urso.

Não diferenciem o amor nem criem tipologias. Não tentem explica-lo ou decifra-lo. Não criem o hábito de dizer que só existe uma maneira de amar. Não transformem algo tão valioso em superficial.Permita-se sentir o amor mesmo que por um breve momento. Mesmo que num livro, numa música ou num filme. Deixe que ele aqueça o seu coração. Nenhum punhado de amor é em vão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!